sábado, 5 de abril de 2014

Representantes das associações rurais de Areado estiveram, ontem, sexta-feira, dia 4, em Conceição dos Ouros/MG para conhecer uma fábrica de polvilho.

Organizada pela Secretaria de Agropecuária e Meio Ambiente, a visita aconteceu na Associação dos Produtores Rurais e da Agroindústria de Conceição dos Ouros.  Os areadenses foram recebidos pelo presidente Ocimar Pereira de Carvalho, que vem de uma família que produz polvilho há 45 anos.


O presidente Associação dos Produtores Rurais e da Agroindústria
de Conceição dos Ouros, Ocimar Pereira de Carvalho

Lá, eles aprenderam todo o processo de fabricação do produto, desde quando a mandioca chega na fábrica e segue até o ensacamento e armazenamento do polvilho.
 
Também estiveram presentes os vereadores Beatriz Valini (PSDB) e João de Simone (PDT). 

O secretário de Agropecuária e Meio
 Ambiente de Areado, Ricardo Batista

De acordo com o secretário de Agropecuária e Meio Ambiente, Ricardo Batista, o objetivo foi trazer opções de renda para os agricultores da cidade. "Na maioria das vezes o produtor rural, sem opções, sofre por praticar a monocultura como única fonte de renda".



quinta-feira, 3 de abril de 2014

Vacinação contra a Gripe começa dia 22

Agência Minas

Os dias mais frios característicos do outono e do inverno podem aumentar os casos de gripe e trazer complicações para pessoas mais sensíveis às mudanças de temperatura. Costumeiramente vista como uma doença de menor importância, a gripe pode se tornar grave e até mesmo levar à morte. Por isso, a Secretaria de Estado de Saúde (SES) alerta para a importância da Campanha anual de Vacinação contra a Gripe, que neste ano acontece entre os dias 22 de abril a 9 de maio.
 
A vacina estará disponível nos centros de saúde de todos os municípios e no dia 26 de abril (sábado) acontece o dia D de vacinação, com ações simultâneas em todo o Estado para promover a vacinação massiva da população do grupo prioritário. A meta é imunizar 80% das 5 milhões de pessoas que compõem o grupo prioritário em Minas Gerais, protegendo quem tem mais riscos de desenvolver as formas mais graves da doença.
 
Este ano a campanha foi ampliada. Serão vacinadas crianças de seis meses a cinco anos. “Os casos de influenza e suas complicações ocorrem mais nas crianças menores de dois anos seguida das menores de cinco anos”, explica a coordenadora de imunização da SES, Tânia Brant.
 
 Também fazem parte do grupo prioritário pessoas com mais de 60 anos de idade, trabalhadores da área da saúde que exercem suas atividades em unidades que fazem atendimento para a influenza, povos indígenas, gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto), grupos portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais e a população privada de liberdade.
 
A vacina só é contra indicada para pessoas com histórico de reação anafilática prévia ou alergia severa relacionada a ovo de galinha e seus derivados, ou a qualquer componente da vacina. E também para pessoas que apresentaram reações anafiláticas graves a doses anteriores.
 
SegundoBrant, a vacinação pode reduzir em até 45% o número de hospitalização por pneumonia e em até 75% a mortalidade global. Na população idosa, o risco da evolução de uma gripe para pneumonia cai em cerca de 60% e o risco global de hospitalização e morte pode ser reduzido em 50% e 68%, respectivamente.
 
“Quem tomou a vacina no ano passado tem que tomar este ano outra vez, porque a vacina é anual. Depois de seis meses que a pessoa tomou a vacina, ela começa a perder a potência, a possibilidade de proteção”, frisou.

Anastasia deixa o Governo do Estado amanhã

Nilson Júnior Moreira

O governador de Minas, Antônio Anastasia, deixa amanhã, sexta-feira, dia 4, o Governo para participar da campanha presidencial e em atenção à legislação eleitoral de forma que possa ficar disponível para uma eventual candidatura. 

"Minha renuncia não significa deserção ao compromisso de defender a causa mineira", disse o governador durante reunião ontem na Assembléia Legislativa de Minas Gerais, em Belo Horizonte. 

Ainda durante a reunião, ele afirmou que o Governo do Estado foi capaz de "incrementar políticas sociais, fomentar a cultura, valorizar a ciência, continuar priorizando a educação de qualidade e honrar a democracia e a verdade republicana". 

Assume o cargo o atual vice-governador, Alberto Pinto Coelho.

Safra brasileira de café deve ficar na casa das 40 mi de sacas

Nilson Júnior Moreira

Apesar das quedas nos principais contratos do café arábica na Bolsa de Nova Iorque, o mercado internacional começa a dar sinais de que está enxergando uma perda séria para a produção brasileira de café. 

A consultoria norte-americana J. Ganes Consulting, presidida pela analista de commodities Judith Ganes-Chase, informou, em seu relatório semanal que a situação nos cafezais já se agravou muito nas últimas semanas e as perdas nas áreas mais atingidas pela seca e pelo calor poderão chegar a 40%.

“Representantes da indústria afirmam que o mercado terá que ‘esperar’ o início da colheita para descobrir o tamanho do estrago causado pela seca. Porém, este tempo é uma ‘eternidade’ para que o mercado fique neste purgatório”, informou.

Ainda de acordo com o relatório, não deve levar muito tempo para que a situação se defina. "O café está amadurecendo precocemente e a dimensão dos danos já está ficando clara”.

Não há registro de uma seca desta magnitude no país nos últimas cinco décadas e o mercado não tem informações suficientes para saber como será a reação da safra deste ano. Segundo o relatório, negociadores buscam informações de produtores de outros países que passaram por uma situação similar. 

Visitas foram realizadas aos cafezais brasileiros por pelo menos quatro semanas, quando ainda era muito cedo para concluir o diagnóstico da situação. "As árvores ainda não mostravam os dados claramente" disse o relatório. 

"Março também não teve chuvas suficientes, o que agravou o problema. No entanto, esta percepção ainda não atingiu o mercado. Ainda vivemos uma batalha entre compradores e vendedores nas últimas semanas, diante da incerteza sobre os dados causados para as safras deste e do próximo ano".

Dados para a matéria: www.noticiasagricolas.com.br 


quinta-feira, 27 de março de 2014

Jovem de 22 anos é esfaqueada pelo ex-namorado

Nilson Júnior Moreira

Uma alterosense de 22 anos levou mais de 20 facadas do ex-namorado na noite de terça-feira, dia 25. Karina Gonçalves de Almeida voltava para casa depois de uma caminhada quando foi atacada pelo lavrador Felipe de Oliveira Paiva Lima, também de 22 anos.

Os golpes atingiram vários partes do corpo, entre elas um olho da jovem. Segundo a família, Karina perdeu 98% da visão no olho atingido. Ela também perdeu o movimento em três dedos e passou por três cirurgias. Até o fechamento desta edição, a jovem continuava internada na CTI de um hospital em Alfenas.

Felipe, que continua foragido, a cercou na rua com uma camionete. Ele só parou de esfaquear a ex depois da intervenção de um morador.
Em entrevista à emissora TV Alterosa, a mãe da vítima, Lucimar Gonçalves, disse que Felipe ligou para ela depois do crime e fez mais ameaças. "Ele disse que era só o começo e, que se ela não morresse agora, ele voltaria para matá-la".

O relacionamento entre Karina e Felipe durou cerca de oito meses. Eles haviam terminado há dois meses. A jovem havia conseguido na justiça uma medida protetiva, onde Felipe não poderia chegar menos de 200 metros dela. O rapaz já havia sido preso por desrespeitar a medida.


A família também já havia registrado quatro Boletins de Ocorrência contra o rapaz por ameaças. Em um desses, Felipe chegou a atropelar um homem que foi visto conversando com a vítima. Em outra ocorrência, a Polícia encontrou uma arma de fogo com o rapaz.